26 de mai de 2010

CELULITE: Saiba mais sobre este mal

Postado por Casa da Depilação Joinville
A celulite pode se manifestar em 4 graus diferentes:

Grau 1


O estágio mais brando. Os buraquinhos só são percebidos quando a pele é comprimida.

As alterações, como a má circulação sangüínea, o acúmulo de líquido entre as células e os recentes nódulos de gordura, não são visíveis a olho nu.

Não há alterações visíveis na pele e os furinhos somente são detectados quando os músculos estão contraídos.

Se for tratada neste estágio, a possibilidade de melhora é de 100%

Grau 2


O mau funcionamento da derme (camada intermediária da pele) começa a refletir na epiderme (a camada mais superficial).

A pele fica irregular, com pequenas saliências e reentrâncias, com um aspecto acolchoado.

O sistema linfático está comprometido.

Se a pele for apertada, fica amarelada, porque há acúmulo de líquidos.

É o começo da formação dos edemas.

Surgem vasinhos arroxeados na região, graças à vazão de líquidos.

Não é preciso comprimir a pele para notar os furinhos

Nesta fase, a chance de melhora é de até 80%

Grau 3


O funcionamento da derme está comprometido. As fibras de colágeno e elastina estão endurecidas e formam emaranhados chamados fibroses (cicatrizes que repuxam e causam furinhos na superfície da pele).

Algumas regiões ficam inchadas, por causa do acúmulo de líquidos.

A superfície da pele tem aspecto de gomos visíveis e os nódulos podem ser sentidos ao toque.

A pele está mal nutrida e pode haver desidratação dos tecidos. A textura torna-se áspera e os poros ficam dilatados.

Surgem microvarizes.

Começam os primeiros sinais de dor e o inchaço é bem evidente.

Com a circulação comprometida, sente-se a pele mais fria.

Mesmo neste estágio, é possível melhorar o estado da celulite em cerca de 60%

Gordura localizada e flacidez costumam deixar o quadro ainda pior.

Grau 4


Aparecem furos profundos ou áreas com depressões.

A celulite fica evidente até mesmo sob as roupas.

As fibras formam nós e as células de gordura se agrupam de tal forma que criam nódulos, prejudicando a circulação, fazendo a pele ficar fria ao toque.

Os nervos podem ser comprimidos, o que faz a região ficar endurecida e dolorida.

Com a circulação comprometida, fica difícil eliminar as toxinas e isso piora ainda mais a celulite.

Assim como no grau 3, flacidez e gordura localizada agravam os sintomas.

Nesta fase, a expectativa de melhora é de 30%

Não é muito comum a pessoa apresentar apenas um dos estágios acima. Segundo a especialista em medicina estética Célia Beatriz David, o quadro mais comum é a apresentação de grau 3 no bumbum, 2 nas coxas e 1 na barriga.

As causas da celulite

Ela chega como quem não quer nada e faz um grande estrago tirando o sossego de quem a carrega. É ela mesma, a Celulite! Este problema estético acontece em cerca de 95% das mulheres e raramente nos homens. Aparece em pessoas magras, obesas e normais, por isso não está relacionada à obesidade.

O que é?

É a alteração do tecido conjuntivo que provoca acúmulo de gordura e retenção de líquidos nas células, normalmente afetando as mulheres.


Como se forma?

Na puberdade, o estrogênio (hormônio feminino) passa a ser produzido em maior quantidade, fazendo com que aumente a retenção de líquido provocando uma concentração de gordura nas regiões como: pernas, abdômen, quadris, culotes, nádegas e coxas.

Normalmente, as células de gordura recebem oxigênio e nutrientes, e liberam água e toxinas. Quando não se consegue mais estabelecer esse mecanismo, essas células incham e comprimem os vasos sangüíneos, causando alteração de tecidos elásticos como elastina e colágeno.

As causas ainda não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que a herança genética é um dos principais fatores relacionados ao surgimento dos temidos furinhos. Além da hereditariedade, outros fatores que podem estar envolvidos no aparecimento da celulite são:

Alterações hormonais: estrógeno em excesso

Má circulação: compromete a troca de substâncias entre vasos sangüíneos e células alimentação inadequada: gorduras e enlatados sobrecarregam o organismo de toxinas

Excesso de sal causa retenção de líquidos

Cafeína altera a produção hormonal

Álcool incha as células gordurosas

Fumo: nicotina estreita os vasos sangüíneos

Embora a celulite fique mais evidente com o aumento de peso, sua manifestação pode ou não estar relacionada à obesidade. Pessoas com peso normal ou mesmo abaixo do peso também podem ser vítimas dos indesejáveis buraquinhos.

Como ela aparece?

Nas camadas mais profundas da pele, há uma substância gelatinosa responsável pela troca de nutrientes entre os vasos sangüíneos e as células. Qualquer desordem no metabolismo faz com essa gelatina endureça, levando ao surgimento das fibroses que comprimem vasos e nervos. As fibra colágenas perdem a elasticidade, engrossam e enrijecem tudo ao seu redor. O aspecto noduloso deve-se a alterações no tecido subcutâneo e ao armazenamento anormal de gordura nas células adiposas, que aumentam de tamanho e de quantidade, comprimindo toda a região, impedindo a nutrição e oxigenação dos tecidos e comprometendo a eliminação de toxinas pelo sistema linfático.

Lembrando que trabalhamos exclusivamente com a linha Profissional de produtos da LA VERTUAN - Temos produtos exclusivamente para tratamento Anti-Celulite e redutores de gordura. Produtos comportos por Nicotinato de Metila, cafeisilaine C entre outros.

Marque sua Hora e veja os resultados de uma pele tratada profissionalmente!


Gostou? Então envie para algum amigo!
Link para essa postagem



Related Posts with Thumbnails

0 comentários:

Postar um comentário

 

DEPILAÇÃO ***COM CERA DE MEL*** Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare